Ao sair de uma estação, muitas mulheres pensam que o ideal é também trocar a cor dos fios. O verão é conhecido como a estação dos louros e o inverno dos castanhos e ruivos. Mas, o que fazer quando os fios começam a perder a beleza? E como manter a cor pelos próximos meses? Acompanhe!

Sempre hidratado
Durante o processo químico, que muitas vezes tem o auxílio da água oxigenada, os fios perdem propriedades como vitaminas essenciais. “A água oxigenada tem a função de clarear tons. Porém, esse processo é agressivo e pode romper a estrutura capilar, já que o fio fica ressecado”, afirma Alejandro Valente, do Espaço Valente, em Curitiba (PR).

Para que o problema possa ser resolvido, os cabelos precisam de produtos específicos para fios coloridos. “A utilização de máscaras é o primeiro passo. Uma vez que aquelas indicadas para todos os tipos de cabelo não possuem vitaminas suficientes para repor o que foi perdido, opte sempre por produtos indicados para cabelos tingidos ou quimicamente tratados”, aconselha Marcos Cintra, colorista do Studio W, em São Paulo.

Lembre sua cliente que as visitas ao salão de beleza são fundamentais. “Não basta apenas procurar o cabeleireiro na hora de mudar. É preciso fazer a manutenção corretamente e, por mais que o trabalho seja bem-executado em casa, o resultado das mãos do profissional sempre será diferente e mais específico”, garante Cintra.

Resultado no salão
É muito comum que as mulheres, depois da transformação, fujam do salão de beleza, o que é um erro fatal. “Não adianta o colorista fazer um ótimo trabalho se ele não vai dar continuidade ao que foi feito. O profissional deve orientar a cliente sobre os procedimentos a serem realizados em seu lar e no salão”, indica Cintra.

Antigamente os segredos dos profissionais eram guardados a sete chaves. Hoje, com a internet, é muito mais fácil a cliente descobrir o que fazer em casa. Por isso, o cabeleireiro deve estar atento a isso. “Quer ganhar a fidelidade da cliente? Seja sincero com ela”, explica Juhá Antero, que ainda conta seu truque: “Em minhas clientes gosto de mostrar o que estou usando. Assim, posso criar um kit para que ela leve para casa e tenha um resultado incrível”, revela.

E essa parceria entre cliente e profissional tem tudo para dar certo. “A maioria dos trabalhos prejudicados é por falta de comunicação entre os envolvidos. Faça com que a cliente entenda o seu papel de transformar e cuidar dos fios, e o dela, de mantê-los cuidados”, aposta Alejandro.

Além disso, o profissional de beleza tem as ferramentas certas para cativar a consumidora. “Se ela for hidratar os fios, não permita que ela saia de lá com as madeixas molhadas e sem graça. Seque, modele e dê a atenção que ela procura. Isso fará com que a cliente se sinta diferente e você ganhará sua confiança para que volte sempre para a manutenção do processo”, finaliza Valente.

Kiki
Autor

Deixe um comentário

X